14 de fev de 2014

a Caern aumenta valor da tarifa de água distribuída em Pau dos Ferros

em Pau dos Ferros

Vivendo uma das maiores crises de abastecimento de água da sua história, a cidade de Pau dos Ferros foi surpreendida com a confirmação de alta na taxa cobrada pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) aos usuários locais.
Segundo o escritório local da companhia, o aumento da tarifa é da ordem de 11% e válido para todo o Estado. "A taxa é aplicada em todos os municípios e começa a ser cobrada junto com a conta de fevereiro", destaca Márcio José Lopes, chefe do escritório de Pau dos Ferros.
A aplicação da taxa na cidade acabou gerando revolta em meio aos cidadãos. Tudo em função da péssima qualidade da água servida no município. Com reserva de apenas 5%, a barragem que abastece Pau dos Ferros e outros municípios da região está com sua reserva comprometida e que não reage mais ao tratamento dado pela companhia.
"É inadmissível que a população tenha que pagar pela água que está recebendo. A cidade está consumindo uma lama com odor e gosto ruim, e, além de cobrar, ainda aumentam a tarifa?", indaga o professor Elilson Batista.
Segundo Elilson, o Ministério Público foi acionado para que seja tomada uma providência. "É inadmissível que a população continue a pagar pelo produto fornecido pela Caern. A sociedade precisa cobrar soluções e ações para amenizar este quadro de sofrimento", conclui.
Segundo o chefe do escritório local da Caern, Márcio José Lopes, esta semana o chefe do escritório regional da Caern esteve em São Paulo para assinar a autorização de compra dos canos que serão utilizados na estruturação da adutora de engate que levará água da barragem de Santa Cruz para Pau dos Ferros.
A expectativa é de que a obra seja iniciada na segunda quinzena deste mês. Segundo a Caern, a água da barragem tem uma autonomia de aproximadamente três meses, tempo que seria suficiente para a estruturação da adutora.
Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário