20 de nov de 2013

Umarizal: Vereador não permite que colega parlamentar use o microfone para justificar ausência

Faltou cordialidade ao vereador Zé Moura (PSDB) durante a audiência pública para tratar da reforma da Escola Estadual Paulo Abílio. Pelo menos foi a opinião da maioria presente na câmara municipal nessa terça, 19.

Como presidente da audiência, o vereador impediu que o vereador Armando Araújo (PSB) fizesse uso da palavra por dois minutos para justificar que teria que se ausentar da plenária. O vereador PSBista ainda insistiu, mas Zé Moura não permitiu e passou a palavra por dez minutos para o coordenador do Sinte, Gabriel que iria abrir as discussões da audiência.

Sem o espaço o vereador saiu da plenária sem da a justificativa. O vereador Érico Onofre (PMDB) ainda tentou intervir. “Vossa excelência está faltando com cordialidade com um companheiro”, porém Zé Moura se manteve irredutível.

Ao iniciar sua fala, o coordenador do Sinte ainda ofereceu os dois minutos do seu tempo para que Armando pudesse se pronunciar, mas novamente Zé Moura usou o microfone e pediu que o convidado usasse o tempo para falar apenas da temática da audiência.

Os vereadores consideram a atitude do parlamentar exagerada, porém a audiência seguiu normalmente. No final da sessão, já após a audiência, o vereador tentou se justificar. “Os vereadores tem que obedecer o regimento. Eles queriam me atropelar. Não é porque eles são advogados que vão me parar aqui”, disse se referindo a Armando e a Érico.
Do Uzl em Fotos

Nenhum comentário:

Postar um comentário