14 de mar de 2014

Comentarista afirma que hospital parado no RN é exemplo de que ninguém será responsabilizado criminalmente pelo desperdício do dinheiro do contribuinte e pela desgraça dos doentes que precisaram dele.

Nove anos de um hospital parado no Rio Grande do Norte. O mais incrível é que agora o atendimento de emergência vai funcionar em 15 dias. Um hospital inteiro ficou esquecido por nove anos. Agora foi lembrado pela curiosidade de repórteres e em apenas 15 dias vai inaugurar atendimento de emergência, demonstrando que uma emergência pode esperar nove anos. E que nove anos atrás poderia ter sido inaugurado.
Ficou nove anos deixando de atender a quem precisa. Pessoas carentes da saúde garantida pela Constituição. E não dá mais para apenas responsabilizar o Estado, que é um ser abstrato. Porque os responsáveis são os que operam o Estado, os governos.
O Estado não tem culpa se for mal conduzido, porque, em uma democracia, essa responsabilidade de escolher condutores do Estado é dos eleitores. Não deveriam escolher os que não sabem fazer, porque esses escolhem outros parecidos para ajudá-los.
Na maior parte são amadores, indicados por político ou partido. E são necessários profissionais que saibam planejar, realizar e administrar o que fazer, e fazer certo.
Porque apenas mais dinheiro não adianta. É desperdício do imposto suado do contribuinte, quando não é desviado para o tal caixa de campanha. Esse hospital é modelo, exemplo, de que ninguém vai ser responsabilizado criminalmente pelo desperdício do dinheiro do contribuinte e pela desgraça dos doentes que precisaram dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário